A Maravilhosa Fotografia de O Conto da Aia – Parte II

Escrito por: José Renato
Site: Pllano Geral
Página no Facebook: Pllano Geral

Então pessoal, hoje trago para vocês a continuação do artigo A maravilhosa fotografia de O Conto da Aia. Caso tenha perdido o texto anterior, basta clicar aqui para conferir, está muito interessante. 

Hoje iremos lidar com foco, luz e outros detalhes que deixam a série ainda mais bela, sem enrolação que é muita coisa, vamos lá!

Os responsáveis pela fotografia sabem muito bem do poder que as imagens têm em sua função narrativa. Aqui, por exemplo, o desfoque é usado para dar uma noção de urgência. Observe que o foco muda conforme o movimento de June, emulando a sensação de desespero da personagem.

Foco no olho esquerdo:


Foco no olho direito:  

Desfoque total:


Esse artifício pode ser observado em outros momentos da série, que buscam sempre nos aproximar da sensação do personagem.

No artigo anterior falamos bastante dos enquadramentos de cenas, um aspecto que a série dá um show. Um ponto importantíssimo que precisa também ser citado, é o enquadramento com o uso de proporção, por exemplo, um dos padrões mais encontrados na natureza é a Proporção Áurea que é muito utilizada como técnica em fotografia, pois hoje já se sabe que esse tipo de composição agrada aos olhos de quem vê, deixando as cenas maravilhosas.

Eu inseri a grade da proporção para você ter uma ideia de como são formadas essas composições, que consiste basicamente em posicionar os elementos ou personagens nas extremidades da cena. Veja: 



Outra composição que às vezes nos deixa de queixo caído, são os padrões, algo também bastante recorrente. Alguns deles são utilizados como função narrativa, mandando mensagens bem óbvias. 

Aqui a composição mostra as aias dentro de um “grande olho”, reforçando a noção de que as moças estão sobre constante vigilância:

Já aqui a personagem June se encontra no centro do olho.


Aqui outros exemplos de padrões que podem ser observados.


Por último, não poderia deixar é claro de comentar um pouco sobre luz, e em como ela é empregada. Geralmente, a luz natural (que é a mais explorada na série) é constantemente utilizada lembrando quase sempre aspectos do gênero noir. O uso das janelas como iluminação, por exemplo, além de proporcionar planos visualmente mais bonitos, servem para contar um pouco mais sobre a repressão daquele lugar, pois ambientes pouco iluminados dão a sensação de solidão e confinamento. 



Mais uma vez a fotografia reforça a narrativa, deixando toda a série mais gratificante de ser assistida. 

É isso aí pessoal, espero que tenham gostado. Tenho certeza que ainda existem alguns outros aspectos que poderiam ser abordados, pois não existe (ao menos eu não conheço), uma série que tenha caprichado tanto visualmente.

E não se esqueçam de acompanhar, pois esse seriado tem muito mais a oferecer! Um abraço.

Leia a parte um de A maravilhosa fotografia de O Conto da Aia, e outros textos sobre a série The Handmaid’s Tale.
A Maravilhosa Fotografia de O Conto da Aia – Parte II A Maravilhosa Fotografia de O Conto da Aia – Parte II Reviewed by Fabiane Bastos on terça-feira, junho 16, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Musicas

RESPONSIVE ADS HERE
Tecnologia do Blogger.