Dia do Sim

Atire a primeira pedra quem nunca disse, ou ouviu dizer: as crianças de hoje em dia não sabem ouvir um não!Dia do Sim da Netflix, é exatamente o oposto. É sobre pais que não sabem dizer sim. E sobre problemas de uma educação sem equilíbrio entre permissões e proibições. 

Alison e Carlos (Jennifer Garner e Edgar Ramírez) eram bastante aventureiros até os filhos nascerem. A partir daí a preocupação em ser bons pais transformou a vida da dupla. Enquanto ele foge à responsabilidade de negar algo aos filhos, ela precisa dizer não para tudo. Tudo munda quando o casal é desafiado pelos filhos a ter um "Dia do Sim", no qual não poderiam negar nada aos pequenos.

Uma aventura familiar leve, que coloca os personagens em situações divertidas, algumas mais originais que outras. Os pedidos criativos das crianças vão desde de comer uma sobremesa gigante, à lavar o carro com as janelas abertas. Embora nem sempre o roteiro saiba explorar o melhor destes desafios, estendendo demais algumas situações, como a guerra de tinta no parque, ou ainda caindo no cliché em outras, alguém precisa parar no hospital e na delegacia, eventualmente. Nada que compremeta demais, quando se sabe o tipo de aventura em que se está embarcando, leve, descompromissada, que bem conhecemos.


Felizmente, o carisma de Garner, carrega o filme, compensando pelos momentos mais fracos. O restante do elenco, incluindo o mirim, acerta ao embarcar de cabeça na brincadeira. O destaque fica com Jenna Ortega, já que a filha mais velha Kate, é quem tem um arco mais complexo, logo mais espaço para trabalhar.

Alison precisa aceitar que a filha está se tornando independente, enquanto a adolescente tem que lembrar que ainda precisa da ajuda da mãe em muitos momentos. Enquanto isso, o pai Carlos, tem que aprender a dizer não, sem ter medo de ser "o pai chato" com os pequenos. 

Faltou apenas um pouco mais de reflexão sobre educação e relação familiar. Seus limites, equilíbrio, intimidade e ajustes, de acordo com a evolução das crianças e o aprendizado dos pais, afinal ninguém nasce sabendo como educar os pequenos, e cada criança é diferente. A mensagem está lá, faltou apenas explorá-la de forma mais evidente.


No final das contas, Dia do Sim cumpre seu principal propósito, ser uma diversão leve para toda a família. Não é super original, ou memorável, mas é simpática e escapista. E quem não precisa fugir um pouco da realidade atualmente. Então, chame a molecada, reúna umas guloseimas e diga sim, para Dia do Sim. 

Dia do Sim (Yes Day)
2021 - EUA - 86min
Comédia


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.