O que faz do Studio Ghibli tão especial?

Escrito por: José Renato
Site: Pllano Geral
Página no Facebook: Pllano Geral

Há alguns meses atrás a Netflix finalmente conseguiu disponibilizar a maioria dos filmes do Studio Ghibli em seu catálogo, e em poucos dias, obras como A Viagem de Chihiro e Meu Amigo Tororo ficaram um bom período entre os mais assistidos, feito que deram mais fama a esse estúdio que já é considerado único.
Meu Amigo Totoro - 1988
O Studio Ghibli Inc. é um estúdio de animações japonesas com sede em Tóquio, mais precisamente em Koganei. Foi fundado em 1985 pelos incríveis Hayao Miyazaki, Isao Takahata, Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma. Dentre seus diversos prêmios, A Viagem de Chihiro foi ganhador do Oscar de Melhor Animação em 2003, sendo o único filme de língua não-inglesa a ganhar o prêmio até agora.

Mas afinal, o que faz do Studio Ghibli tão especial?

Para começar, todos os personagens protagonistas de suas histórias são completamente inundados de carisma, uma habilidade tão especial, que faz com queiramos acompanhar a aventura daquela pessoa pelo simples fato de gostarmos dela logo de cara, isso faz com que a animação seja agradável de ser assistida do início ao fim, deixando a gente com o gostinho de quero mais. Personagens como Satsuki de Meu Amigo Tororo e Chihiro são encantadoras, e é muito fácil ser envolvido por personagens assim. Suas simplicidades de lidar com os percalços da vida, gera empatia e nos deixa à flor da pele.

Já em O Serviço de Entregas da KiKi, é fantástico como animação aborda a puberdade da personagem, uma sutil mais notável mudança de humor tão bem trabalhada que é inegável o quão real é aquele tipo de comportamento. A mesma forma de lidar esse período das moças é mostrado em O Conto da Princesa Kaguya (considerando os diferentes contextos obviamente), uma forma tão especial que faz com tais filmes sejam os favoritos de muitas meninas, pois estamos falando novamente de empatia, de reconhecimento de nossas próprias vidas.

O Serviço de Entregas da Kiki - 1989
Além de tal aspecto, algo que o estúdio aborda de forma sempre especial, são as nuances da magia. Se você assistir obras como A Viagem de Chihiro, Princesa Mononoke e Meu Amigo Tororo, três das mais famosas obras do Ghibli, você verá que algo é muito comum entre eles, a MÁGICA. Através de aspectos fantásticos, o mestre Hayao Miyazaki consegue correlacionar a fantasia, que muitas vezes envolve o folclore japonês, à situações cotidianas, fazendo com que aquelas situações incríveis pareçam comuns, simples, palpáveis, e isso também nos encanta, nos envolvendo de uma forma gradual através de todos aqueles universos. A mágica em questão é uma ferramenta que agrega também a sensibilidade, humanizando, por exemplo, a natureza e os animais.

Não posso esquecer é claro, que o estúdio foi capaz também de demonstrar um período de guerra de forma tão assustadora e sensível, que faz cair lágrimas na maioria daqueles que o assistem. O filme em questão se chama O Túmulo de Vagalumes, considerado por muitos o melhor longa do gênero. A sensibilidade com que é tratada as relações de irmãos, e o aspecto das dificuldades de alguém sem recursos, nos joga novamente no túnel da empatia, nós sofremos juntos, torcemos juntos e choramos juntos naquela que é sem dúvidas a história mais triste e mais realista da equipe.

Apesar de seus filmes mais clássicos parecem ser antigos demais, não se engane, pois suas discussões são sempre muito atuais, e é possível tirar boas reflexões a cada filme que é assistido. A empatia, como já citado, é um dos aspectos que mais nos envolve com todos esses longas, porém, também preciso citar aspectos técnicos, como a qualidade da animação, que deixa tudo mais incrível.

Sim, o Studio Ghibli é tudo aquilo de bom que você já conhece.

Leia os outros textos desta parceria com o Pllano Geral

O que faz do Studio Ghibli tão especial? O que faz do Studio Ghibli tão especial? Reviewed by Fabiane Bastos on terça-feira, julho 14, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.