sexta-feira, 13 de julho de 2018

Bao

Razão de viver, desapego e perdão. Estes são os temas que Bao, curta que acompanha Os Incríveis 2*, pretende e consgue trabalhar em apenas oito minutos de tela.

Uma dona de casa asiática, se sente solitária e entendiada, até que um de seus bolinhos ganha vida e ela encontra uma nova razão de viver. Ela e seu novo protegido passam pelos muitos estágios da relação entre mãe e filho.

Os desafios de cuidar de um recém nascido, super-proteção, os bons momentos, e até aqueles não tão agradáveis assim. É na familiaridade com esta relação universo que o longa escrito e dirigido por Domee Shi cria uma forte conexão com seu público. 

Seja do lado da mãe, do bolinho, ou ambos, é provável que você se identifique com as experiências da dupla. Estas consequentemente culminam na independência do rebento, e na síndrome do ninho vazio para a mãe. E na necessidade de superar este marco na vida. 

Completamente sem falas, Bao talvez não construa uma conexão tão forte com os pequeninos, afinal eles ainda estão no início desta jornada.  É o visual fofo e rechonchudo, e as situações engraçadas,  que devem prender a atração dos mais jovens. Enquanto o seu público principal os adultos, que os acompanham os filhos, se deliciam com uma história doce, melancólica e principalmente sincera. 

Bao
EUA - 2018 - 8 min
Animação


*É tradição da Pixar, exibir um curta-metragem junto com seus lançamentos nos cinemas Bao, é exibido antes das sessões de Os Incríveis 2 (leia a crítica). Não se atrase!

Compartilhe este post
  • 0Blogger Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment
comments powered by Disqus
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top