Combo: Reign + Duas Rainhas

Como vão as maratonas do isolamento social? É hora de propor mais uma. Desta vez, no Combo Cinéfilo*,  vamos conhecer um pouco de Mary Stuart, Rainha da Escócia, que também foi rainha consorte da França. Era prima de Elizabeth I, e chegou a ameaçar seu direito ao trono, mas não tem tantas obras televisivas e cinematográficas dedicadas à ela, quanto a prima inglesa.

*O Combo Cinéfilo indica filmes e/ou séries que se complementam de alguma forma. Assim você pode fazer aquela maratona especializada e virar especialista em determinado assunto (ou quase isso, rs)

Vale lembrar, apesar de se tratarem de biografias, ambas a obras sugeridas aqui, tomam "liberdades poéticas" em prol da dramaturgia. Se você realmente quiser saber sobre a vida de Mary Stuart é preciso estudar (quem sabe eu faço um post sobre isso!), mas tanto o filme quanto a série são bons pontos de partida para começar a conhecer esta figura histórica.

Antes um pouquinho de contextualização...
Mary Sturart se tornou rainha aos seis dias de vida, após a morte de seu pai James V da Escócia. Enquanto seu trono era comandado por regentes, ela foi criada na França para se tornar esposa do futuro rei Francês Francis II, que reinou de 10 de julho de 1959 até sua morte em 5 de dezembro de 1560. Viúva aos 19 ano,s, ela retornou a Escócia para assumir seu trono, em um período de grande tensão entre católicos e protestantes.

Reinado

(Reign - 2013 à 2017 - EUA - 4 temporadas)
É uma série de TV estadunidense de ficção histórica, baseada na vida de Mary, especialmente no período em quem ela viveu na França. Das obras indicadas neste post, a série é a que tem mais licenças poéticas em favor da novelização. Talvez as mais gritante delas, seja a caracterização da protagonista (interpretada pela morena Adelaine Kane), sem seu característico cabelo ruivo, e a versão saudável e galante de seu noivo Principe Frances (Toby Regbo), que na vida real tinha saúde frágil.

E sim, a série é uma novelona, cheia de intrigas, romances e traições, do jeitinho que a gente gosta. Elizabeth (Rachel Skarsten) faz sua estreia na segunda temporada, e aparições regulares a partir do terceiro ano. Outra personagem de destaque é  Catherine de Medici (Megan Follows), mãe de Francis. Além das intigas novelescas, outro detalhe da série que chama atenção é o figurino, que não é historicamente preciso, mas é deslumbrante.

A série teve um total de quatro temporadas entre 2013 e 2017. As duas primeira, e grande parte da terceira, detalham a vida da moça na corte francesas. Os episódios restantes dão conta de seu reinado na escócia. A Sensação de correria para encerrar a história de Mary (dos 20 aos 44 anos)na mais curta quata temporada é inevitável, Felizmente é aqui que entra a segunda indicação deste post.

Reign, ou Reinado em português, já esteve na Netflix, atualmente pode ser encontrada completa na Globo Play.

Duas Rainhas

(Mary Queen of Scots - 2018 - Reino Unido/EUA - 124min)
O filme foca exatamente no trecho em que Reign precisou correr. A história começa com a chegada de May Stuart (Saoirse Ronan) na Escócia após a morte de seu primeiro marido, e cobre seu reinado e morte. O foco maior do longa é em Mary, mas sua trajetória é contada em paralelo à de Elizabeth (Margot Robbie), mostrando duas formas distintas de encarar os mesmos problemas. As duas eram mulheres que tentavam governar em um mundo extremamente machista, em um período de tensão entre duas religiões. Além de serem ameaças ao direito ao trono uma da outra.

A maioria dos fatos são historicamente corretos, mas produção não se priva de reduções e exclusões de personagens eventos, necessários para encaixar a história em suas duas horas de projeção. O grande encontro entre Mary e Elizabeth também nunca aconteceu, esta lá apena em prol da dramaturgia.

A estréia de Josie Rourke na direção, tem as atuações de Ronan e Robbie como grande trunfo. Além de fornecer um olhar consciente e atual sobre a "desvantagem feminina" em um mundo comandado por homens. O elenco ainda conta com Jack Lowden, Joe Alwyn, David Tennant e Guy Perace. A caracterização é mais fiel historicamente, merecendo duas indicações ao Oscar (Figurino, Cabelo e Maquiagem). Os cenários e locações também merecem um olhar mais atento, especialmente os escoceses.

Duas Rainhas está disponível no Telecine Play e tem crítica do filme aqui no blog.

Gosta de conhecer personagens históricos através de filmes e séries? É a melhor maneira de estudar história, mas não devemos esquecer de pesquisar as verdades e ficionalizações de cada produção.

Quando terminar sua maratona/estudo/diversão sobre Mary Stuart, que tal descobrir outros Combos Cinéfilos. 
Combo: Reign + Duas Rainhas Combo: Reign + Duas Rainhas Reviewed by Fabiane Bastos on sexta-feira, abril 17, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.