segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Filmes de Natal da Netflix - edição 2018

Juro que tentei, mas não dei conta de assistir e resenhar todos os filmes natalinos da Netflix à tempo do Natal. Acontece que a plataforma de streaming dicou animada com o sucesso dos títulos lançados no ano passado (leia sobre eles aqui), e resolveu caprichar nas encomendas para as festas de 2018.

Mesmo assim, resolvi fazer um "resumão" das produções originais da Netflix neste natal. Segue agora aquela, lista marota para te ajudar à escolher a montar a sua maratona desta noite feliz:

O Natal de Ângela

Ângela (voz de Lucy O'Connell) é a terceira filha de uma família de quatro crianças, criadas à com dificuldade, porém muito amor, por uma mãe sozinha. Em uma noite de Natal fria, a família irlandesa vai a missa, e a menina fica preocupada com o Menino Jesus do presépio da igreja, sem roupas no frio do hemisfério norte. Logo, ela decide levar o bebê para casa, para aquecê-lo.

É a aventura do caminho até em casa, e as consequências de sua atitude altruísta que acompanhamos neste curta de animação. O conto de Frank McCourt, é adaptado com inocência e doçura. A interação da menina com o "Menino Jesus Imaginário", é curiosa e divertida. Enriquece a imaginação dos pequenos, e relembra os mais velhos de um tempo em que acreditávamos que tudo era possível. 

A animação não é super-realista, na fluidez de movimento como produções da Dreamworks e Pixar, mas funciona. O visual é bonito com cenários bem construídos, personagens carismáticos e uma fotografia que constrói a atmosfera da história. Ruth Negga e Brian Gleeson estão entre os dubladores.

O Natal de Ângela é uma história singela, bem contada e sincera. Tem potencial para se tornar um clássico da época.

O Natal de Ângela (Angela's Christmas)
2018 - Irlanda, Canadá - 30min
animação, Aventura


O Feitiço do Natal

Não sei porquê o título nacional desta produção não seguiu o título original "O Calendário de Natal, ou do feriado" (The Holiday Calendar), descreveria bem melhor este romance açucarado como um biscoito natalino. Não que a produção precise de grande explicações. 

A talentosa fotógrafa Abby Sutton (Kat Graham) está empacada em um emprego sem futuro. Um calendário mágico que recebeu de presente de seu avô, vai mudar sua rotina ao fornecer pequenas previsões para cada dia do mês de dezembro. Inclua aqui interesses amorosos, e novas perspectivas de carreira.

É um tradicional romance de Natal, daqueles com mágica, boas lições e um final previsível. Um pouco mais arrastado que o necessário, Abby tem completa consciência de seus problemas, mas demora uma eternidade para fazer algo a respeito.

O Feitiço do Natal está perfeitamente encaixado na categoria "guilty pleasure". Atuações medianas, roteiro previsível e produção meia-boca, mas atende àqueles que procuram familiaridade e final feliz garantido. A surpresa fica por conta da presença de Ron Cephas Jones no elenco.

O Feitiço do Natal (The Holiday Calendar)
2018 - EUA - 95min
Romance

Se Beber Não Ceie - Especial de Natal do Porta dos Fundos

Bem que podia se tratar de um especial de Páscoa, já que se passa durante a A Última Ceia de Jesus e seus apóstolos. E caso o título não tenha entregue, é uma paródia que mistura o evento bíblico com a comédia Se Beber Não Case. Na manhã seguinte à ceia, os apóstolos acordam sem saber onde está Jesus. Assim como na comédia com Bradley Cooper, aos poucos eles unem os pedaços, do que aconteceu na noite anterior, regada à todo o vinho que o messias é capaz criar à partir da água.

Algumas piadas e críticas são realmente boas, como a do candidato à vaga de messias, já que o filho de deus atual anunciou sua partida. Ou ainda, a forma como toda a culpa cai no colo de judas. Entretanto, não sei se uma ou outra tirada boa, compensam as muitas outras que facilmente serão classificadas como desrespeitosas. Eu não sou religiosa, e achei que o bom gosto passou longe em vários momentos.

Entretanto, o roteiro de Fábio Porchat tem o humor típico do Porta dos Fundos, e reúne a trupe. Deve agradar quem já é fã, e não tenha fortes convicções religiosas. Com esta blogueira que vos escreve, este tipo de comédia funciona, em pouquíssimos momentos, mas tem quem ame. Não é atoa, que os especiais natalinos do grupo já sejam uma tradição de fim de ano, e pela primeira vez migraram do YouTube para a Netflix.

Se Beber Não Ceie
2018 - Brasil - 44min
Comédia

Crônicas de Natal

De longe a melhor produção natalina do serviço. A produção de Chris Columbus, tem espírito das aventuras da década de 1990, e um excelente Papai Noel na pele de Kurt Russel.

A Princesa e a Plebéia

Típico caso de pessoas desconhecidas idênticas que resolvem trocar de vida, e acabam descobrindo algo mais no processo. Com Vanessa Hudgens como as duas personagens do título, é uma comédia romântica divertidinha.

O Príncipe do Natal: O Casamento Real

Sequencia do curioso sucesso de 2017, acompanha os preparativos para o casamento de Amber (Rose McIver) e o agora Rei Richard (Ben Lamb). As dificuldades da moça em entender os protocolos da corte, podem não ser tão divertidos quanto a aventura original.

Faltou apenas assistir a comédia italiana Natal 5 estrelas, que pela sinopse parece ser uma versão natalina de Um Morto Muito Louco. Quem já conferiu essa?

Vale lembrar, essa lista abrange apenas as produções originais da Netflix. A Plataforma tem outros clássicos de Natal disponíveis em seu catálogo. E aqui no blog, tem críticas de vários filmes natalinos, vem conferir. E depois me conte, quais foram os filmes de sua maratona para esperar o bom velhinho?


Compartilhe este post
  • 0Blogger Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment
comments powered by Disqus
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top