segunda-feira, 30 de julho de 2018

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo

O musical Mamma Mia, fornece um curioso sentido para as peculiares músicas do ABBA. Conectando as historinhas independentes de cada canção a uma história maior, como se tivessem sido compostas com tal fim. Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo não tem esta fluidez tão acertada entre a trama e as trilha sonora, mas não deve decepcionar  quem é fã do original, ou mesmo da banda.

Sophie (Amanda Seyfried), está na mesma situação em que a mãe se encontrava em sua idade, grávida e prestes a reinaugurar a pousada de Donna. O evento promove a reunião do elenco original, ao mesmo tempo que reacende memórias da juventude de Donna (Lily James) e companhia.

Assim acompanhamos simultaneamente as dificuldades de Sophie para honrar os feitos da mãe, e a jornada que levou Donna a se tornar mãe solteira de uma filha com três supostos pais que conhecemos no longa anterior. O elenco original lida com problemas de agenda e desencontros, enquanto as versões jovens dos personagens, apresentam uma história já bem contada no longa anterior. O resultado, é que nenhuma das duas histórias é realmente bem desenvolvida. Em certo momento o roteiro chega até a esquecer a versão jovem de Harry (Hugh Skinner) literalmente no meio do caminho. Entretanto, se você buscava complexidade neste filme, provavelmente não estava prestando muita atenção, pois o objetivo desta sequencia nunca foi este.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo tem como principal objetivo promover um reencontro com os personagens que adoramos no primeiro filme, tocar canções da banda que ficaram de fora no original - quem sentiu falta de Fernando? - e de quebra apresentar novas versões para aquelas que já ouvimos. E neste sentido, o longa entrega o que promete. Os números musicais, estão maiores e mais elaborados. Enquanto os personagens continuam se beneficiando do carisma de seu elenco de astros, claramente se divertindo.

A divertida dinâmica entre Harry (Colin Firth, desengonçadamente livre), Sam (Pierce Brosnan) e Bill (Stellan Skarsgard), a dupla imbatível formada por Rosie (Julie Walters) e Tanya (Christine Baranski), e até o agora marido Sky (Dominic Cooper) vem matar as saudades. E a esta altura, você deve estar se perguntando - mas e a Meryl Streep? A versão original de Donna, não tem tanto tempo de tela quanto o esperado, mas seu espírito é uma presença constante na linha temporal do presente. 

Já na parte da história que se passa nos anos de 1970, James cumpre surpreendentemente bem a complicada tarefa de personificar uma versão jovem de um personagem de Streep. A Jovem Donna, tem a mesma vivacidade, amor pela vida e loucura original, com o bônus da impetuosidade da juventude até alguns trejeitos de sua versão veterana. O mesmo esforço é visto no restante do elenco jovem. Jessica Keenan Wynn e Alexa Davies (versões jovens de Tanya e Rosie, respectivamente), conseguem manter a dinâmica de amizade bem humorada da dupla original. Entre os jovens pais, os destaques ficam com a semelhança entre Josh Dylan (Bill) e Skarsgard. E para o esforço de Hugh Skinner (Harry) em soar como Colin Firth, mesmo cantando). Jeremy Irvine não pode fazer muito com o jovem Sam, o menos divertido dos pais por sua natureza de "par perfeito".


As participações de Cher e Andy Garcia existe apenas para deleite dos fãs. Uma pena, que sua presença traga a marcação de datas para a trama. Com datas definidas, é impossível evitar que o espectador perceba que as datas e idades dos personagens não batem. Detalhe que seria camuflado pelo tom lúdico e fantasioso da produção, se o roteiro não tivesse apontado para eles.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo celebra os dez anos, do primeiro longa promovendo uma grande festa entre personagens e elenco. A trama não é das mais elaboradas, é apenas um pretexto para levar todos de volta para a ilha Kalokairi, para cantar e dançar sem motivo aparente. Se a trama e canções não são tão bem costuradas quanto a do primeiro longa, ao menos o espirito é praticamente o mesmo, talvez um pouco mais nostálgico apenas.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo (Mamma Mia! Here We Go Again)
EUA - 2008 - 114min
Musical


Leia aqui a crítica do primeiro Mamma Mia, direto dos primórdios do blog!
Compartilhe este post
  • 0Blogger Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment
comments powered by Disqus
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top